Vitiligo é uma doença da pele não-contagiosa, cuja característica principal é a perda da pigmentação natural da pele, pode se apresentar em diferentes partes do corpo. Embora houveram e ainda se realiza diversos estudos , infelizmente ainda não se sabe ao certo a principal causa da doença e tampouco a cura definitiva do Vitiligo.

Recentemente uma pesquisa demonstrou que pode haver uma cura para o Vitiligo através do uso de pimenta do reino. Abaixo vamos falar um pouco mais sobre essa pesquisa e como seria os seus tratamentos.

Vitiligo é uma doença que atinge milhares de pessoas ao redor do mundo, estas pessoas correm mais risco de desenvolver câncer de pele como também são altamente sensíveis ao sol, podendo ocorrer graves queimaduras se não estiver usando proteção solar (isso ocorre devido a falta de melanina, que protege a pele dos raios solares – UV).

Alem disso, muitos chegam a sofrer impactos psicológicos, já que se sentem envergonhados pelas manhas mais expostas, principalmente entre pacientes adolescentes e jovens.

vitiligo Tratamento do Vitiligo com Pimenta do Reino

Existem diferentes tipos de vitiligo, que se diferenciam na localização onde se manifestam e o tamanho das manchas, elas podem começar pequenas e com o passar do tempo se alargar, mas, como mencionado acima, pouco se sabe de sua origem e seus possíveis tratamentos.

as pessoas que padecem dessa enfermidade, normalmente procuram vários tipos de tratamentos, hoje em dia, os médicos receitam inúmeros métodos para tratar o Vitiligo (mas nenhum destes métodos prometem a cura definitiva). Na maioria dos casos, os tratamentos são mediantes medicina alternativa e a farmoquímica (cremes ou cápsulas à base de cortisona, fototerapia com UVR radiação ultravioleta). Entre os tratamentos alternativos, recentemente surgiu um método com Pimenta do reino, confira abaixo e entenda porque e como é feito o tratamento com pimenta do reino.

Pipirina: substância curativa para tratar o vitiligo

vitiligo cura Tratamento do Vitiligo com Pimenta do Reino

No centro King’s College London, foi concluida uma investigação, cujos resultados foram publicados na conceituada revista British Journal of Dermatology, sobre os efeitos positivos que a pimenta do reino pode resultar na produção de melanina na pele, graças a um de suas principais substancias: a Pipirina. O estudo foi realizado em animais (ratos), mas acredita-se que, em humanos pode ocorrer os mesmos ou até mesmo melhores resultados.

O professor Antony Young do Conselho de Genetica e Medicina Molecular de St John’s Institute of Dermatology da King’s College London, juntamente com outros membros participantes da pesquisa, concluíram que o tratamento com pimenta do reino, aplicado diretamente na pele, demonstrou que estimula a pigmentação. Mas que o mesmo método reforçado com a aplicação de UCR, conseguiu estimular ainda mais a produção de produção de melanócitos (células responsáveis ​​pela pigmentação da pele). O que resultou melhores resultados do que qualquer outro tipo de tratamento convencional contra o Vitiligo. Para que este tratamento seja eficaz, a pimenta do reino deve ser aplicada diretamente na pele, seja em moida como em óleo. 

Pesquisas em seres humanos ainda está em desenvolvimento, mas sendo um remédio natural e inofensivo, não há contra-indicação para a aplicação de cremes ou óleos essenciais de pimenta preta (pimenta do reino) nas manchas de Vitiligo.

Comentários